Toda a mulher precisa fazer recuperação pós parto?

ARTIGOS MÃES&FILHOS

avaliação pós-parto

Tivemos a visita da mãe F. que antes de engravidar já praticava cross fit, e portanto estava já muito habituada à realização de exercício de alto impacto.

A gravidez correu bem, sempre com exercícios adaptados, e agora passados 6 Meses de pós parto a F. veio ter connosco para perceber se estaria apta a voltar para o seu cross fit ou se teria de ser acompanhada na sua recuperação pós parto de uma forma mais precisa. Ao avaliar registámos uma diástase fechada, um períneo forte e a cicatriz em óptimas condições.

Ao fazermos uma avaliação mais completa, de modo a perceber se aguentaria o exercício de alta intensidade, depará-mo-nos com um óptimo controlo abdominal! Existem situações de mães que devido aos hábitos de exercício regular (moderado a intenso) que têm enraizados conseguem, muitas vezes, saltar a fase de recuperação pós-parto específica e acompanhada por um profissional de saúde. Podem assim passar logo para o seu tipo de exercício normal, como foi o caso da F.!

No entanto, é importante referir que, antes de tirar alguma conclusão deste nível é necessário realizar uma avaliação específica ao seu estado pós-parto com um profissional de saúde ligado à área materno-infantil.

Ter uma diástase não é sinonimo de nunca mais poder realizar o exercício que mais gosta, cada abdominal é um caso e necessita de um recuperação direcionada para as lacunas que apresenta.

Na fisioterapia Mães&Filhos damos muita importância à avaliação como um momento de decisão do processo que cada mãe tem de passar para ter a alta do pós-parto. É na avaliação que direccionamos a mãe para a aula que mais se adequa e damos feedback sobre o prognóstico e como pretendemos ajudá-la neste processo.

Para marcar a sua avaliação pós-parto, contacte-nos.

Inês Cancela de Abreu

Fisioterapeuta

Saiba mais sobre recuperação pós-parto

Continuar em forma no pós-parto